A importância de Stan Lee nos quadrinhos!

Neste dia 12 de novembro de 2018 recebemos a notícia mais triste para quem é fã de quadrinhos, o falecimento do lendário Stan Lee, aos 95 anos, um dos maiores ícones da cultura geek, responsável por remodelar o conceito de quadrinhos nos anos 60! 

Stan Lee buscava criar personagens com características mais humanas, complexas e realistas, diferente da concorrente DC Comics. Com Jack Kirby, Lee criou o Quarteto Fantástico, seu primeiro grupo de heróis. 

O Quarteto Fantástico, que foi criado para um público mais velho e suas histórias não tinham só heroísmo em meio a ficção cientifica, mas também dramas familiares.

Ainda junto com Kirby, Stan Lee criou O Incrivel Hulk, ThorHomem de Ferro e os X-Men, esse ultimo mostrando um grupo de jovens mutantes que eram hostilizados e marginalizados pelos humanos, fazendo uma metáfora pelas questões de minorias como étnicas e religiosas ou por causa de sua orientação sexual. 

Junto com Steve Ditko, Lee criou o Homem-Aranha, um órfão, que foi criado por sua tia May e seu tio Ben. Peter Parker além de ter seus poderes também tinha seus problemas como qualquer adolescente normal, tinha que trabalhar para ajudar sua tia, sofria bullying na escola e isso atraia o público jovem a ler a revista e aos poucos o personagem se transformava  em um grande sucesso. 

Stan Lee ainda criou personagens como Demolidor, um herói cego; Pantera Negra, o primeiro herói negro e muitos outros. 

Com os heróis mostrando seu lado mais humano, mostrando que heróis também têm temperamentos, que também amam, que também choram e que sentem dor, foi mostrando essa identificação entre super-heróis e o leitor que a Marvel começou a crescer e ser a Marvel que conhecemos hoje.

Nos últimos anos, Stan Lee além de fazer as suas famosas aparições em filmes, ele também ajudava nas produções dos filmes e das séries. Também participava de convenções de quadrinhos, dava palestra sobre sua vida artística.

O legado de Lee será pra sempre lembrado. Hoje quando abrimos um quadrinho que tem um Homem-Aranha negro, quando vemos um beijo gay ou uma heroína muçulmana, vamos lembrar que quem começou com isso foi o senhor Stanley Martin Lieber

Para finalizar esse texto, deixo aqui um vídeo que o perfil no twitter da Marvel Enterteinment postou para homenagear um dos seus grandes símbolos:

“A Marvel e a The Walt Disney Company saúdam a vida e a carreira de Stan Lee e oferecem nossa gratidão eterna por suas conquistas inigualáveis em nossos corredores. Toda vez que você abre uma história em quadrinhos da Marvel, Stan estará lá. Por favor, junte-se a nós em lembrar Stan “The Man” Lee.”


“Eu costumava ficar envergonhado porque eu era apenas um escritor de quadrinhos enquanto outras pessoas construíam pontes ou iam para carreiras médicas. E depois comecei a entender: o entretenimento é uma das coisas mais importantes na vida das pessoas. Sem isso eles podem parar no fundo do poço. Eu sinto que se você é capaz de entreter as pessoas, você está fazendo algo de bom”

Stan Lee

Por: Pedro Furtado